Materiais

Confira os materiais relacionados a este tema e outras publicações.

MATERIAIS

Saiba mais

Estamos construindo propostas para uma agenda de gestão de pessoas no setor público em diferentes temas.

CONFIRA
20 de setembro de 2021

Nota do Movimento Pessoas à Frente sobre o veto ao artigo 12 da lei 14.204 (MP 1042)

É com profunda consternação que o Movimento Pessoas à Frente recebe a notícia de que o presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou o artigo 12 da Lei n° 14.204 (antiga Medida Provisória 1.402), justamente aquele que abria espaço para a profissionalização dos cargos de liderança na administração pública. Com isso, perdemos a chance de avançar na modernização do setor público brasileiro em vários sentidos. O veto presidencial ao artigo 12 representa:

• Menos transparência na ocupação de cargos de liderança
• Nenhum incentivo à implementação de processos de pré-seleção
• Desestímulo a outros avanços, como atração de talentos, incremento de desempenho e desenvolvimento de líderes
• Nenhum incentivo à mudança de cultura em todos os demais entes da federação

Trata-se de um retrocesso porque, entre outras regras, o artigo 12 da lei garantia às autoridades públicas responsáveis por nomeações a possibilidade de realizar processos de pré-seleção por competências, focados em experiência. E mais: obrigava essas mesmas autoridades a se justificar caso optassem por não realizar os processos de pré-seleção. Leia na íntegra o texto da Lei n° 14.204, incluindo o artigo vetado pelo presidente, clicando aqui.

O Movimento Pessoas à Frente não medirá esforços na busca por uma solução que institucionalize os processos de pré-seleção para cargos de liderança no setor público, abrindo todos os canais de diálogo possíveis com o governo e com parlamentares para equacionar essa questão.

Tags: #artigo12#jairbolsonaro#MP1042

Continue lendo...

© 2022. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Startab Software